Alexandra

Sou a Alexandra mas prefiro que me tratem por Xana. Soa-me mais informal! Tenho 22 anos e sou a caçula, o melhor “acidente” da vida dos meus pais. Desde cedo tive de aturar as minhas duas irmãs, não só aturar como também sobreviver às experiências maquiavélicas e crises de ciúmes das duas. Quem me conhece sabe que adoro contar histórias de terror das minhas irmãs, mas antes que elas se chateiem não vou desviar o assunto (não se preocupem que ainda vão existir oportunidades para contar). Quando os nossos pais nos contam histórias antigas fartamo-nos sempre de rir com a cientista da Carolina e com a birrenta da Tina e eu digo sempre “e eu? E eu?!” a qual a resposta é sempre a mesma “Tu não fazias nada, só sorrias e choravas quando tinhas fome”. Realmente as coisas não mudam assim tanto.

Sou muito calma, acho que sem dúvida é a característica que mais salta à vista. Não sou muito de me queixar, nem de falar do que me inquieta mas em contrapartida sou uma boa ouvinte. Gosto de ouvir os outros e de aconselhar. Cá em casa dizem que sou a “psicóloga”, e quando querem ser mauzinhos dizem que sou manipuladora.

Tenho uma visão muito positiva da vida, talvez seja essa a razão de adorar fazer planos para o meu futuro. Faço tantos planos que o mais provável é que seja humanamente impossível fazer tudo mas pouco me interessa. Deixa-me feliz, dá-me motivação e entusiasmo para tudo no presente. Gosto de acreditar que se nada correr como eu queria é porque vem aí algo ainda melhor.

Sou contabilista de profissão. Decidi surpreender todos os meus familiares e amigos que achavam que eu não era de “números”. É verdade, mergulhei nesta aventura e enfrentei as chatas burocracias e papeladas que a maior parte das pessoas só querem ver pelas costas. Curiosamente aprendi a gostar e de momento não mudava nada no meu percurso académico e profissional.

É o conjunto de tudo isto que me realiza e me faz ser feliz. E é aqui que entra este projeto partilhado com as minhas irmãs, provavelmente a nossa melhor criação.

Este cantinho faz-me bem à alma e faz-me sentir em casa. É um refúgio à monotonia, pressas e responsabilidades que às vezes o dia-a-dia transporta consigo.

Fez-me descobrir de uma maneira muito natural o meu lado… vá talvez podemos chamar de artístico. O gosto pela fotografia e pelo foodstyling. Sou capaz de passar horas na internet a ver fotos incríveis de pratos e a inspirar-me para a próxima receita.

O myintegralis é familía, amor, partilha e uniu-nos como nunca. Não vos vou mentir, também é preciso de uma dose de paciência para trabalhar com irmãs!