As Leguminosas são a nossa principal fonte de proteína. Apesar de a maioria não ter todos os aminoácidos que nós precisamos, variando entre os diferentes tipos e juntando a cereais integrais, obtemos fontes de proteína completa. São extremamente saciantes, controlam os nossos picos de açúcar no sangue, dão-nos vitalidade e energia, combatem estados de anemia e fadiga, ajudam a manter o colesterol em níveis adequados e podem ajudar a normalizar as nossas funções digestivas. Podemos usá-las inteiras, em pasta, sob a forma de hambúrgueres, etc. É infindável o que se pode fazer com elas, devido à sua consistência. São também ricas em ferro, o que numa alimentação vegetariana é de extrema importância. A forma como nós as cozinhamos é também bastante importante visto que, se não for bem feita, pode causar desconforto e, por vezes, cólicas. Nesta secção iremos falar das nossas leguminosas preferidas, truques de como as cozinhar e exemplos de receitas onde elas são a estrela principal.

Nota: todas as leguminosas devem ser lavadas em água fria antes de serem cozinhadas. Depois de cozinhadas, todas podem ser congeladas em saquinhos de congelação.

Feijão Preto

Este feijão tem um sabor forte e é bastante carnudo. É perfeito para usar em feijoadas (tipo brasileira), hambúrgueres e sobremesas (torna o sabor do chocolate mais intenso!).

Modo de preparação: demolhar o feijão no mínimo 8 horas ou durante a noite. Cozer em bastante água e um pouco de sal ou alga kombu. O tempo de cozedura varia, normalmente é entre 45-50 minutos (na panela de pressão é 20-25 minutos). A água de cozedura pode usar-se como base de estufados ou sopas.

Grão de Bico

Esta é uma das nossas leguminosas preferidas pois é super versátil. Tem um sabor suave, mas uma consistência forte devido a ser redondinho. É ótimo em saladas, estufados, patês (hummus), hambúrgueres, etc.

Modo de preparação: demolhar o grão no mínimo 8 horas ou durante a noite. Cozer em bastante água e um pouco de sal ou alga kombu. O tempo de cozedura varia, normalmente é entre 45-50 minutos (na panela de pressão é 20-25 minutos). A água de cozedura pode-se usar como base de estufados, sopas ou para fazer mousse de chocolate (pesquisem esta receita na internet!).

Feijão Vermelho

Este feijão tem um sabor e consistência forte e é ideal para pratos que tenham molho (estufados, sopas) pois conseguem absorver bem todos os sabores que lhe queremos conferir. Nós preferimos usá-los inteiros nas receitas, devido à sua textura rica.

Modo de preparação: demolhar o feijão no mínimo 8 horas ou durante a noite. Cozer em bastante água e um pouco de sal ou alga kombu. O tempo de cozedura varia, normalmente é entre 45-50 minutos (na panela de pressão é 20-25 minutos). A água de cozedura pode-se usar como base de estufados e sopas.

Feijão Branco e Manteiga

Achamos estes 2 tipos de feijões muito parecidos. Tem um sabor muito suave e são ótimos como base de sopas, sobremesas, patês, ou seja, sempre que queremos engrossar um prato. Também ficam muito bem em feijoadas, ficando um pouco mais leve que as de feijão preto ou vermelho.

Modo de preparação: demolhar o feijão no mínimo 8 horas ou durante a noite. Cozer em bastante água e um pouco de sal ou alga kombu. O tempo de cozedura varia, normalmente é entre 45-50 minutos (na panela de pressão é 20-25 minutos). A água de cozedura pode-se usar como base de estufados e sopas.

Lentilhas

Existem várias tipos de lentilhas, mas as que usamos mais são as verdes e as rosa. São bastante diferentes umas das outras, neste caso, as verdes tem um sabor e consistência bem mais forte que as rosa. São especialmente ricas em ferro, portanto é mesmo importante inseri-las na nossa alimentação, nem que seja raladas na sopa.

Modo de preparação: as lentilhas verdes convêm demolhar pelo menos 4 horas e depois é só cozê-las em água e sal durante 20 minutos. As rosa não precisam ser demolhadas e cozem em 15 minutos.

Feijão Azuki

Este feijão descobrimos mais recentemente e é dos alimentos mais saudáveis que se pode consumir. Para além de todos os benefícios comuns a todas as leguminosas, este é dos mais facilmente digeríveis e tem um efeito depurativo sobre o corpo (olá detox!). Tem uma textura rica mas sabor suave. É ótimo em estufados, saladas e sopas.

Modo de preparação: demolhar o feijão no mínimo 8 horas ou durante a noite. Cozer em bastante água e um pouco de sal ou alga kombu. O tempo de cozedura varia, normalmente é entre 45-50 minutos (na panela de pressão é 20-25 minutos). A água de cozedura pode-se usar como base de estufados e sopas (fica ótimo em sopas tipo “da pedra”).

Feijão Frade

Este pequeno feijão é o nosso eleito para pratos mais leves, como saladas. É consistente mas suave, o que o torna ideal para pratos que não levem assim tanto molho.

Modo de preparação: demolhar o feijão no mínimo 8 horas ou durante a noite. Cozer em bastante água e um pouco de sal ou alga kombu. O tempo de cozedura varia, normalmente é entre 45-50 minutos (na panela de pressão é 20-25 minutos). A água de cozedura pode-se usar como base de estufados e sopas.

Print Friendly